IEAD

Mamanguape – PB

quemsomos pastor
diretoria ministeriolocal
cultos
Pedido de oração

Você sabe por que notícias falsas se propagam mais do que as verdadeiras nas redes sociais?

Antes do advento da Internet ouvíamos muito as pessoas se expressarem: “uma má notícia chega primeiro do que uma boa notícia”. E isso não é diferente nos dias de hoje, precisamente em tempos de cultura de redes sociais online. No entanto, a notícia, agora, ganha outras definições: precisamos saber o que é verdadeiro e o que é falso.

Na edição da revista Super Interessante, de março de 2017, a matéria de capa se referiu às 21 mentiras mais compartilhadas na Internet. O texto apresenta uma análise feita pelo site BuzzFeed, o qual monitorou o compartilhamento de notícias verdadeiras, vindas de fontes idôneas, e de reportagens falsas. As 20 mentiras foram as que tiveram mais compartilhamentos: 8 milhões. Já as 20 maiores notícias verdadeiras tiveram 7 milhões de compartilhamentos.

Se compararmos os números perceberemos que a diferença não é tão grande, mas no contexto brasileiro a vantagem da mentira é ainda maior. No ano passado, dez notícias falsas sobre a Operação Lava Jato foram compartilhadas quase 4 milhões de vezes. Já as verídicas, somando as dez maiores, tiveram 2 milhões de compartilhamentos. Perceba que a diferença atingiu 50 por cento!

O professor Pedro Burgos, pesquisador de uma universidade nos Estados Unidos, criou uma ferramenta que monitora o Facebook e aponta as postagens mais compartilhadas no Brasil. Na primeira semana de fevereiro deste ano, a notícia mais compartilhada foi uma intitulada “Depois que você ler isto, nunca mais vai jogar fora esta parte da banana”. Segundo a reportagem da Super Interessante, isso trata-se de um texto falsoque atribui poderes à casca de banana que esta não tem.

Leia mais

Recomendamos

adpb